Contactos

SGO IMOVEIS

  • Pessoa de contato: SGO IMOVEIS
  • Telefone: +55 (85) 99687-90-42
  • MSN: sergiogoncalvesdeoliveira@gmail.com
  • Skype: SERGIOGOOLIVEIRA
  • Endereço postal: virgilio tavora, Fortaleza, Ceará, Brasil

Horário de funcionamento

Renovações do site

Como declarar no IR todos os custos da venda de imóveis?

Como declarar no IR todos os custos da venda de imóveis?

09/02/13

Dúvida do internauta: Com relação ao ganho de capital na venda de imóveis, gostaria de saber se é possível deduzir corretagens e Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) para apurar o lucro tributável no imposto de renda. (1) Se o imóvel foi comprado por 400.000 reais, a corretagem foi de 24.000 reais e o ITBI foi de 8.000 reais, devo declarar o valor de 400.000 reais (valor que consta no contrato de compra e venda) ou o valor da soma das despesas, de 432.000 reais? (2) Futuramente, ao vender o imóvel por 500.000 reais, com corretagem de 30.000 reais e ITBI de 10.000 reais, devo declarar que vendi por 460.000 reais? Não seria o comprador o responsável pelo ITBI? Se sim, como poderia abatê-lo?

Resposta de Samir Choaib*:

No caso da primeira pergunta, você deverá declarar o valor total incorrido na compra do imóvel, ou seja, os 432.000 reais.

Recomendamos informar na coluna ‘Discriminação’ o valor pago pelo imóvel, conforme a escritura (no caso, 400.000 reais), acrescido do ITBI pago (8.000 reais), acrescido da corretagem paga (no caso, 24.000 reais) e informando, ainda, o nome e CPF/CNPJ do corretor/imobiliária.

Na hipótese da segunda pergunta, você deve declarar o valor efetivamente recebido.

Vale dizer: (a) se a corretagem e o ITBI forem pagos pelo comprador, você não poderá abater tais despesas, considerando como valor de venda, para fins de cálculo do ganho de capital, o montante recebido de 500.000 reais; (b) se você, como vendedor, arcou com as despesas de corretagem, deverá considerar como valor de venda, para fins de cálculo do ganho de capital, o valor de 470.000 reais; e © por fim, se você arcou com a corretagem e o ITBI (improvável, mas não impossível), consideraria o valor de 460.000 reais, lembrando que normalmente quem paga o ITBI é o comprador.

Por ocasião da venda, recomendamos informar, na coluna ‘Discriminação’, o valor recebido pelo imóvel, conforme Escritura (no caso 500.000 reais), deduzido de eventuais despesas incorridas e, no caso da corretagem, informando, ainda, o nome e CPF/CNPJ do corretor/imobiliária.

*Samir Choaib é advogado e economista formado pela Universidade Mackenzie, pós-graduado em direito tributário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). É sócio do escritório Choaib, Paiva e Justo, Advogados Associados, especialista em imposto de renda de pessoas físicas e responsável pela área de planejamento sucessório do escritório. É o atual chairman da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos da Flórida (BACCF), em São Paulo.

Fonte: Fonte: Exame